Aconselhamento evangélicos para problemas no casamento (divórcio – separação de casal evangélico)

Existem muitas correntes no meio da igreja que divergem em seus pontos de vista em relação a separação de casais evangélicos e novos casamentos. O objetivo desse aconselhamento é de ajudá-lo e não confundi-lo ou colocá-lo em choque com sua denominação religiosa. Creio que Deus nos trata individualmente e que, nem sempre, eu posso pegar a Bíblia e aplicá-la sem olhar o contexto e as pessoas envolvidas e seu histórico, porque corro um sério risco de responsabilizar Deus por escolhas erradas das pessoas envolvidas ou até mesmo da falta de comprometimento com Deus, com a Palavra, falta de vontade de mudar, de converter de verdade e aí chegam as dificuldades no casamento e por fim uma separação e aí queremos aplicar textos bíblicos, como se assim fosse simples, desconsiderando até mesmo qual a direção de Deus para àquele caso.
Há mais fundamentos bíblicos para nos manter casados, do que para nos separarmos e estarmos livres. Creio na restauração de qualquer casamento, porque creio na restauração de qualquer pessoa que se submeta à vontade de Deus. Agora, um princípio imutável é o da livre escolha. Deus nos criou assim. Creio que Ele tem o melhor pra nossas vidas. O que precisamos é alinhar a nossa vontade à vontade Dele.

Pr. Claudio Silveira
www.operacaoresgate.com

Comments

  1. Lilian says

    Olá pastor, li sua matéria sobre separação.
    Gosto de um moço que está separado e quase divorciado, não por adultério, eu sou solteira.
    A bíblia relata que só podem se casar em casos de adultério, gostaria de entender melhor isso.

    Se eu namorar com ele e vier a me casa eu estou em pecado?
    E quanto a ele está em pecado se vier a se casar comigo ou com outra pessoa?

    Grata

    Lilian

  2. says

    Olá Lilian você pode entrar em contato diretamente com o Pr. Claudio Silveira para maiores esclarecimentos através do email prclaudiosilveira(arroba)bol.com.br – troque o (arroba) pelo sinal correto de @.

  3. sandro says

    Pastor, por favor me ajude, minha esposa saiu de casa por tê-la ofendido e ela se afastou de Deus, oro sempre pela nossa restauração e creio nisto porém tenho dúvida em um ponto, quando nos encontramos ela sugere indiretamente que tenhamos relação sem compromisso, seria correto fazer isso.

    • says

      Bom dia!
      Amado de Deus. Você disse que a ofendeu mas não falou qual foi essa ofensa que a feriu tanto. Provavelmente foi a gôta dágua. Hoje ela te ama, mas não consegue imaginar ouvindo debaixo do mesmo teto aquelas coisas terríveis. Nesse caso, pra ela é mais comodo ter sexo com você (porque não é prostituta), e talvez pra ela era uma das coisas boas. Peça-lhe perdão. Mude seus tratos com ela. Desperte nela assim o desejo de ter compromisso com você. Caso contrário você apenas uma máquina e não imagem e semelhança de Deus. No amor do Senhor que corrige seus filhos; http://WWW.PASTORPEDROMORETI.COM.BR

  4. dionisio says

    Bom dia,espero em encontralos em boa deposição…. A minha situação é a seguinte o meu pai e a minha mae andao brigados e
    outro dia o meu pai vio mesagm no fone da minha mae que nao lhe agradaram entao partiram para uma briga onde resultou em uma chapada na minha mae como fazer para a resolucao deste problema.

    • says

      Bom dia! Não sei em que pé está atualmente a situação, tendo em vista o tempo que já passou. Mas aí será preciso um resgate de muita. Respeito, amor próprio, confiança e talvez um pouco de renúncia àquilo que chamamos de MINHA RAZÃO. Nem sempre vale apena lutar por nossa razão. As vezes o melhor é não ter razão nenhuma e conquistar o diálogo. O mais importante é que você é FILHO! Não pode tomar partido de ninguém. Embora você seja atingido, mas é um problema que eles têm que resolver. Grande abraço!

  5. Odelia says

    Bom dia a paz do Senhor, estou passando por uma luta muito grande de libertação no meu casamento. Depois de 10 anos vencendo muitas batalhas casei, depois do casamento começou a luta para sairmos da casa da tia do meu marido para a nossa casa, já tinhamos um apto mais meu marido não queria ir de jeito nenhum foram muitas brigas ate entrar em um entendimento e financiamos outros, neste nos mudamos a 5 dias. Eu me sinto liberta para recomeçar uma vida nova, já o meu marido esta com muita dificuldade de aceitar esta nova vida que Deus esta nos dando, preciso da ajuda de irmão em oração, pois sozinha não conseguireivencer mais com em fé Deus triunfarei em nome de jesus me ajudem .

    • says

      Realmente a maior arma é a oração. A mais poderosa que existe. Não saia do Jardim da Oração. Afinal de contas a irmã já vivia essas lutas 10 anos antes de casar, mas mesmo assim casou-se. Entendo que a senhora em momento algum foi enganada quanto a essa convivencia que sempre foi conturbada. Acredito que haja muito amor aí. Já não é paixão, pois esta não dur tanto tempo. Reveja como foi o início desse relacionamento, se houve coisas lá atrás que se repetem hoje. As palavras são as mesmas? Lembram-se das mesmas coisas? Então tem que haver liberação de perdão e compartilhar as mágoas um com o outro. Naquilo no passado, quando foram contra pessoas que diziam que não ia dar certo, que preocupavam-se com vocês e você entendia que estavam era lutando contra…..Está na hora de você, a partir de você, começar colocar pra Deus, pedir perdão, por-se na torre de vigia… calar-se, exigir menos… ORAR MAIS…. Tenho certeza que o Senhor vai se manifestar PODEROSAMENTE! Naquele que podemos lançar sobre ele todas as nossa ansiedade, desejo-lhe a paz que Excede todo entendimento.
      http://www.pastorpedromoreti.com.br

  6. Noemi says

    A paz de Cristo, sou uma serva de Deus e preciso de ajuda, sou casada a 25 anos e temos um filho de 24 anos ele trabalha e esta acabando a faculdade, mais de 3 anos pra cá sinto que meu casamento esta naufragando, pois meu marido também servo de Deus tem um Ministério de homens na igreja onde frequentamos e é Ministro, que em outras denominações seria diácono, mais ele de um tempo pra cá não tem mais vontade de nada não me procura mais como mulher e sempre quando conversamos ele fala pra mim que é o cansaço e que muitas das vezes não tem vontade mais, perdeu o desejo , mais me diz que me ama muito que eu sou o amor da vida dele e que vai se esforça pra melhorar e essas promessas nunca acontecem já fiz de tudo que esta a meu alcance em falar pra ele procurar um especialista na área medica e já procurei meu pastor para conversar, já usei de táticas para seduzir ele mais tudo em vão fico perdida estou com minha estima baixa não consigo emprego não consigo fazer mais nada, não sei mais como pedir a Deus, ele apesar de ser um ministro não hora em casa não busca a palavra de Deus com a família e dentro da igreja no ministério de homens ele ajuda ora faz visitas ajuda os maridos com seu problemas, montou um futebol na igreja onde esta sempre e não se cansa e fico pensando o que esta acontecendo com o meu casamento como devo agir, me ajudem, desde já obrigada.
    A paz.

    • says

      Graça e paz abençoada! Olha irmã precisa haver oração. Primeiro nunca vi mulher pregar pra marido e ter exito (cobrar dele orar em casa, etc.). Outro detalhe, é que a senhora disse que conversou com o pastor, nem sempre o pastor tem a habilidade necessária pra chegar junto do indivíduo e conversar, ou as vezes falta coragem. Quanto ao ativismo dele na igreja, é justamente uma forma de demonstrar amor a Obra, mas também um ativismo que o leva a deixar de pensar nos problemas dele. O homem é assim, foge.
      Entretanto vejo uma coisa boa aí. A irmã o ama. O não só suporta. VENCE!
      A senhora terá de bater na tecla mais FORTEMENTE QUANTO A SUA NECESSIDADE SEXUAL COM ELE! Diser-lhe, com muito carinho que não tem que se sentir humilhado. Ademais, não custa nada sugerir algum tipo de revitalizante. Nem que a senhora compre, e dê a ele, nem que tenha de colocar na comida e junto com a oração….VAI DAR TUDO CERTO! Afinal de contas, ninguém é máquina. E mesmo sendo máquina, tem que repor óleo. Os anos passam, obviamente alguma coisa tem que ser reposta no organismo. Quanto ao fato dele ajudar os outros homens, procure não expo-lo. Proteja-o. Não devemos encobrir, mas descobrir o cônjuge jamais.
      Na graça e no amor de Cristo; http://www.pastorpedromoreti.com.br

  7. says

    pastor to separada a 1 ano do meu marido e tenho duas filhas com ele separamos por causa das cachaca dele e curticao que ele gostava.

    agora ele ta morando com uma prima carnal dele e se diz crente indo pra igreja todos os dias.

    e ele falou que deus ja abencoou ele no novo relasionamento que o senho acha?

    abraco …

  8. sara says

    casei sem ter um mes de casada mim separei por motivos serio pastor sera q posso um dia casar d novo ou ficar solteira ate meu ex morrer

  9. Emerson says

    A Paz do Senhor! pastor.
    eu estou separado da minha esposa. isso aconteceu devido a minhas traições e também logo a após nos desviamos da presença de Deus e ela começou a deixar de me amar! depois de um tempo eu me reconciliei e congregando tentei salvar meu casamento. fui humilhado, mandado embora por ela. tentei de varias formas, mas não consegui. depois de um tempo eu conheci uma jovem e começamos a gostar um do otro e vi uma nova chance de viver e ser feliz ao lado dela! conversamos com os nossos pastores e tudo bem! Eu havia muito antes concordado com minha ex esposa q entrariamos com o pedido do divorcio, pois foi esse o desejo dela constantemente! ela concordou e falou q eu fizesse o mais rapido possivel. só que o problema está em que depois q eu comecei a namorar essa jovem e gostar dela e esquecer minha ex e está disposto a me divorcia, minha ex resolvel me dizer que quer voltar pra mim q estava errado na escolha dela! pra ser sincero eu não quero deixar essa jovem q me fez tão feliz esse dias, pois antes de conhece-la eu só pensava em minha ex e isto me destruia tanto fisico, mental e espiritualmente! eu até mesmo tinha pensado em me matar, mas após conhece-la eu fiquei bem! estou congregando direitinho! firme e entrando com os papeis do divorcio, mas minha ex insiste em me querer de volta! e ainda me diz que eu vou me arrepender de ter deixado ela para tentar viver com essa outra jovem! o que eu faço? não quero voltar para minha ex por dó do que ela esta passando, pois um dia eu passei pelo mesmo e Deus me deu esse escape! eu estou errado em fazer o que eu estou fazendo? pelo meu ponto de vista eu estou tentando viver um novo tempo na presença de Deus, pois até mesmo esse namoro eu entrego nas mãos dEle todos os dias! foi eu quem pediu a Ele q ou consertasse essa situação ou deixasse outra mulher entrar em minha vida para q eu não me desviasse dos seus caminhos por causa desse problema q já estava me destruindo! dai-me um conselho! aguardo resposta!

    • says

      Caro Emerson. Alguns pontos precisas verificar nesse novo relacionamento. Você falou que O ATUAL NAMORO tem lhe feito parar de sofrer. Mas é necessário mais que isso. Ele está se desenvolvendo como namoro cristão? Ele inicia algum vício do namoro com sua ex? Você disse que o casamento acabou porque você cometeu muitas traições e após desviarem-se; bem como o fato dela deixar de lhe amar. Em momento algum falou de traição por parte dela. Desculpe filho, é difícil demonstrar que ama quando se perde a confiança. Perdão é uma coisa, resgate de confiança é outra bem diferente. É preciso reconquista. Espero que você não esteja somente indo a Igreja, mas sim, CAMINHANDO COM JESUS! Espero que tudo se faça novo em tua vida, ou, O RENOVO DE DEUS EM TODAS AS ÁREAS. No amor do Senhor;
      http://www.pastorpedromoreti.com.br

  10. Marcello says

    A paz do Senhor Pastor!

    Conheci minha esposa na minha cidade e depois de um periodo de namoro e noivado muito bem sucedido decidimos nos casar, morar na cidade dela e montar um empreendimento. Estamos casados há 6 meses e desde então tudo mudou.. Venho passando por situaçÕes muito difíceis no casamento como se fosse um verdadeiro pesadelo. Desde a noite de núpcias minha esposa evita relação iíntima conjugal. Devido esse problema, surgiram outros problemas no matrimônio como desentendimentos, desreipeito, falta de cumplicidade e de compromisso com a vida familiar. Eu e minha esposa somos evangélicos., tendo eu aceitado Jesus faz poucos meses e ela sendo de uma base famíliar evangélica. Seu comportamento individualista não permite minha participação nas decisões familiares, pois não há diálogo neste sentido. Hoje apenas dormimos na mesma cama e venho perdendo interesse no relacionamento pois já tentei todos os diálogos possíveis e continuo horando, pois ela possui o coração muito endurecido e não expressa vontade de demonstrar sentimentos. Por acreditar na nossa união pedi licença do meu emprego de funcionário público para investir no casamento e em novos projetos profissionais, mas infelizmente nada deu certo e tenho pensado em voltar pra minha cidade e assumir meu cargo público. Não poderei ficar na cidade sem pexpectiva de emprego já que somente ela trabalha no momento. Por ela é inadimissível a possibilidade de viver na minha cidade. Não vejo alternativa se não o divórcio, mas tenho muito temor a Deus, já que fiz votos no matrimônio diante da igreja.
    Por favor pastor me ajude, preciso muito de uma orientação!

    • says

      Oi amado, Graça e paz! Não sei qual foi o período de namoro e noivado. Seria um dado muito importante. Porém a impressão que tenho é de que tudo foi muito rápido. Alguém projetar algo fora de sua cidade, casar-se e aventurar um negócio junto da família dela. Não posso afirmar que esse amor foi amadurecido o suficiente. A sua esposa parece que nunca cortou o cordão umbilical. Quanto a você arriscou tudo, e partiu pra uma paixão somado a um desejo empreendedorista e ousado, e pra completar junto de alguém que você julgou ser a pessoa certa. Nesse casso já declinou para as conveniências. Note bem irmão, você não pode jogar fora seu EMPREGO. Outrossim, essa questão de evitar relação íntima desde a noite de núpcias, era pra ser tratada imediatamente com um pastor ou conselheiro idôneo e conversarem com ela. isso pode ser BLOQUEIO, TRAUMA, MÁ FORMAÇÃO PSICOLÓGICA, etc. O certo é que você precisa de ajuda e ela também. ALGUÉM TEM QUE SENTAR JUNTAMENTE COM OS DOIS E COLOCAREM OS PINGOS NOS IS. Quanto ao mais, existe, volto a afirmar, poucos detalhes de:
      1 – Tempo de namoro e noivado;
      2 – Vocês se conheceram na Igreja?
      3 – Quando iniciaram o namoro já eram ambos evangélicos?
      4 – Casaram e foram morar junto com os pais dela?
      No mais, pense nesse momento e ore, sobre vosso casamento. Se ao retomar seu emprego, implica em mudarem-se, faça-o. Se ela resistir em sair de perto dos pais, ENTRE NA BATALHA DA ORAÇÃO POIS ALGUNS CASAMENTO NÃO SE SUSTENTAM COM ESSA PROXIMIDADE. Em Cristo: http://www.pastorpedromoreti.com.br

  11. says

    ola a paz peço oração pelo meu casamento que se encontra arruinado ja por diversas vezes meu marido em umn ano de casado saiu de casa e eu sofro muito por tantas vezes ter sido rejeitada por ele ele diz que me ama e eu tb o amo até dimais pois faço tudpo por ele ele não tem nescessidade de comprar nada eu compro tudo pra le ele não faz nada em casa e nos qd estamos juntos qd acontece uma discução ele sempre ameaça ir embora e ate acaba indo e nem me liga SO SEI QUE TA DIFICIL ESTE JA E MEU 3 CASAMENTO E NÃO QUERO MAIS PASSAR POR DIVORCIO E SEPARÇÃO NÃO AGUENTO MAIS ISSO NA MINHA VIDAnem atende o telefone e u fico so chorando não acreditando nesta situação isso ja esta virando uma palahaçada ele vai na igreja mas não quer saber de compromisso com dDEUS fala que eu sou bitolada em DEUS e que não prescisa disso ele quer mudança minha mas não quer mudar eu ja nem sei mais o que pedir pra deus sempre peço pra DEUS ELE DEVOLTA PORQUE SOFRO SEM ELE COMIGO E MEU FILHOS QUE SÃO DO MEU PRIMERIO CASAMENTO GOSTMA MUITO DELE MAS ELE VIVE A IMPLICAR COM ELES E BRIGAMOS TB POR ELE QUERER EXERCER AUTORIDADE SOBRE ELE E EU NÃO PERMITO

    • says

      Oi amada Boa noite! Ola minha querida entendo que você por fazer tudo, comprar tudo, libera-lo para não fazer nada em casa, etc. Tem sido algo que tem se repetido em sua vida. Com esse pensamento você estará sempre atraindo pessoas que ficarão com você pelo que você faz, não pelo que você é. Um casamento não se sustenta por amor demonstrado pelo que um faz ao outro. Tem muita coisa que fazemos, mas não gostamos, porque amamos o nosso conjuge.
      Convenhamos, você realmente quer um homem que divida as responsabilidades com você? Poder ser o cabeça? Um se submeter ao outro? Permitir que lhe ajude a encaminhar seus filhos e dividir com você a responsabilidade de pai? Para que isso aconteça, certamente não será alguém que queira viver debaixo duma asinha que garante casa, comida, roupa lavada, dinheiro e aceitar ser pau mandado.
      Concordo com você que esse negócio de ir e voltar, já passa a ser uma gracinha. O amor pode até acabar, mas o respeito jamais. Discussões, é normal entre os casais, mas não se pode fugir das raias do respeito, da dignidade e do bom senso.
      No teu caso o que está faltando é uma atitude duma mulher esposa (ajudadora), companheira (não provedora), maturidade (afinal já é o 3º casamento), valorização (auto-estima), SE RESPEITAR!
      Se você não se respeitar, ninguém vai lhe respeitar. No mais, se os seus filhos gostam muito Dele, quer dizer que o fato dele implicar não é o mais sério. Talvez eles estejam precisando duma firmeza e você prefira que a coisa role a vontade, já que está num terceiro casamento…. e pelo andar da carruagem poderá ultrapassar a MULHER SAMARITANA que já tivera seis e o sétimo já era rolo que se metera.
      Entendo que é ora de você pensar. Orar e vigiar, significa também pensar. O tempo passa e a maturidade precisa aflorar amada. Porque do jeito que a coisa está seus filhos não terão referencia nenhuma duma família estável.
      Que o Senhor lhe ajude a encontrar-se com você mesma e descobrir que mais importante do que ter alguém do lado como esposo, é bom seja feliz! Quem não consegue ser feliz sozinho…..não consegue fazer ninguém feliz ao seu lado. Deus lhe abençoe rica e abundantemente.
      PR PEDRO MORETI – http://www.pastorpedromoreti.com.br

  12. celi matias says

    pastor tenho sofrido muito com as atitudes do meu marido, ele arrumou uma amante e ficou com ela quase 2 anos, voltamos depois mas ele esta muito mudado, precisa ser liberto tbm da internet sites pornos, me ajuda, não consigo sair do lugar.

  13. celi matias says

    pastor somos evangelicos, mas meu marido rrumou uma amnte ficou com ela quase 2 anos, largou dela e voltamos agora fala muito nela, fica procurando saber noticias dela, isso me fere muito, fico sem saber o que faço, confesso que estou esgotada de orar pra ele,

  14. gracieli says

    Peço pedido de oração pela minha vida sentimental, pelo meu relacionamento com meu ex namorado possa ser novamente restaurado e que Deus possa o trazer transformado, que Deus possa trazer para ele arrependimento e compreensao que em Deus todas as coisas sao possiveis. Eu o amo demais e sei que Deus pode todas as coisas, e para ele tudo tem jeito. Estou agora entregando este relacionamento nas maos de Deus para que ele possa trabalhar em minha vida e na dele. No nome de Jesus. Crendo que Deus me dara esta graça, descansarei no Senhor. Amem.

  15. says

    estamos juntos a dez anos e sempre q passamos por situaçoes dificeis ela quer se separar temos 2 filhas uma e mi nfilha a outra eu ajudei criar desde bebesinha ela ja tin ha quando ficamos juntos agora estou passan do a mesma situasao dificuldade financeira eela nao aceita isso nao omsigo passar na cnh para termos um crro tambem e ela ja quer se separar de novo eu presiso de ajuda

  16. Marta says

    Queridos: Uma oração para você que sofre com problemas no casamento:
    “Querido Senhor, por favor, guie esta irmã tão especial durante os problemas em seu casamento. Quando
    ela desviar-se para a direita e quando desviar-se para a esquerda, que seus ouvidos ouçam atrás delas uma
    palavra dizendo: Este é o caminho, andai por ele (Isaías 30:21).
    Por favor, reassegure-a, quando ela vir mil caírem a sua direita e dez mil a sua esquerda, ajudando-a a
    saber que, se ela seguir a Ti, isto não acontecerá com ela (Salmos 91:7). Esconda-a sob Tuas asas
    protetoras.
    Ajude-a a achar o caminho estreito que irá conduzi-la à vida, a vida abundante que Tu tens para ela e para
    sua família. Senhor, eu oro por um testemunho, quando este casamento problemático ou partido for
    curado e restaurado, que Tu possas usar para a Tua glória! Nós Te daremos toda a honra e toda a glória,
    Amém.”

    Veja o livro: como Deus pode e vai restaurar seu casamento

  17. junior says

    Estou com um Grave problema familiar e preciso de ajuda, tenho uma companheira há sete anos, porém não somos casados legalmente, com ela tenho três lindos filhos, mês passado descobri que ela estava me traindo com um colega de trabalho, quando eu descobri ela chorou muito, ainda hj passado um mês ainda sinto nojo dela e uma mistura de raiva e desconfiança, pois mesmo ela dizendo que me ama e ter se arrependido, penso que ela só sentiu remorso por ter sido descoberta, sei que fui ausente pois passamos por diversos problema financeiros mas nada justifica uma coisa suja dessas, procurei ajuda psicologica e espiritual porém ainda sinto muita dor e mágoa, peço sua ajuda em nome de Jesus.

  18. Jr says

    A Paz do Senhor,

    Eu gostaria de uma ajuda.
    Conheci a minha esposa na igreja e começamos a namorar.
    Depois de 1 ano e 8 meses, nos casamos. Eu tinha 24 anos e a minha esposa com 20 e ela era virgem.
    Somos casados há 12 anos, mas desde o início do meu casamento tem acontecido algo estranho.
    Fui ter relação sexual com a minha esposa, depois de duas ou três semanas depois de casado. Na lua de mel não aconteceu nada.
    Eu compreendi, pois a minha esposa era virgem, e não quis forçar nada e fazer tudo com amor e carinho.
    Mas desde o início de nosso casamento, até hoje, a minha esposa não se sente atraída por mim sexualmente.
    Às vezes toco nela, mas parece que tenho espinhos em minhas mãos. Ela sente-se incomodada com meus toques, parece que estou sufocando-a.
    Uma vez, com 1 ano e pouco de casados, ela me disse que não tem vontade em ter relação sexual comigo. Quando ouvi aquilo, parecia que entrou uma faca em meu peito.
    Eu sou uma pessoa carinhosa, procuro elogiá-la, beijá-la, dar lhe presentes, fazer suas vontades, trazer recursos financeiros para suprir nossas necessidades, protege-lá e amá-la.
    Sei que a mulher precisa de carinho, sentir-se segura e amada. Procuro fazer isto, mas recebo frieza da parte dela.
    Temos um filho de 4 anos, que amamos muito.
    Ela diz que me ama, mas não sabe o que acontece. Quando ela deita, vem um sono incontrolável nela. Eu a toco e ela nem se mexe. Não recebo carinho, nem beijo, nada, vivemos como se fossemos dois irmãos.
    Às vezes me sinto como se eu fosse uma pessoa estranha, tentando me relacionar com ela, como se ela fosse forçada a ficar comigo, é horrível. Não é só sexualmente.
    Quando estamos a sós, procuro abraçá-la, beijá-la, mas ela foge, isto a incomoda.
    Já procuramos ajuda de alguns pastores, li alguns livros cristãos sobre restauração sexual, casamento, sentimento da mulher, etc. Parece que vai resolver, depois volta à mesma situação.
    Ela foi ao médico/ginecologista, os hormônios estão ok, a saúde muito boa.
    Não é só sexo, pois sei que o casamento não é só isso, mas sinto falta de beijos, carinhos, de namorar a minha esposa.
    No início de nosso casamento, tínhamos em média 3 relações sexuais no mês, e com o tempo, isto foi ficando mais difícil.
    Não tínhamos filho, dormíamos juntos e ficávamos 30, 40, 50 dias sem ter relação.
    Algum tempo atrás, em um ano, tivemos relação sexual apenas em um final de semana.
    Conversei com ela diversas vezes, pedi ajuda, pedi para ela conversar com alguém de confiança, pedi orientação pastoral, mas ela diz que tem vergonha. Às vezes que pedimos ajuda, foi sempre por minha ação. Com isso, vejo que ela está desinteressada, pois ela não luta para mudar isto.
    Ela diz que antes de casar nunca foi abusada, sempre foi normal. Ela não é depressiva, mas eu há acho um pouco egoísta.
    Como sou homem, às vezes o meu organismo pede para ter relação, procuro me controlar, tomar banho gelado, mas não resolve. Já sonhei por diversas vezes tendo relação com outras mulheres e outros sonhos sensuais. Sei que só de pensar, já cometemos adultério.
    Contei tudo a minha esposa, que já tive sonhos eróticos, assisti coisas impuras, ela diz que me perdoa e pede perdão, pois diz que se eu passo por isso a culpa é dela, ela diz que vai mudar e nada acontece. Quando isto acontece me sinto um lixo, sujo e que não terei perdão, é horrível, pois, antes de me converter, sempre tive problemas nesta área. Eu tinha uma namorada e tínhamos relações praticamente todos os dias.
    Pastor, eu amo a Deus, quase morri de overdose e não quero voltar atrás, como um cachorro limpo, voltando ao seu vômito.
    Sei que Deus abomina o divórcio e eu tenho que ser santo, não quero trocar minha primogenitura por um prato de lentilha.
    Sei se trair a minha esposa, terei minutos de prazer que estragarão a minha vida para sempre, não quero aceitar o convite da mulher-loucura, como diz em provérbio. Mas como homem, tenho minhas necessidades, minha vontade. Casei para ser feliz, me relacionar sexualmente com minha esposa, namorar, receber e dar carinho, sorrir, brincar, passear, presentear, ensinar nossos filhos no caminho do Senhor, crescer ministerialmente, ganhar vidas para Deus, viver bem até o dia em que encontraremos com Jesus na Glória, mas esta situação está acabando comigo.
    Por diversas vezes fui ao cardiologista, sentindo dores no peito, nos braços e diversos outros sintomas, fiz vários exames e os
    médicos me informaram que eu tinha ansiedade, sintomas de síndrome do pânico e depressão. Indicaram-me algumas medicações, calmantes e psicólogo/psiquiatra.
    Pastor, eu não quero pecar contra Deus, não quero entristecer o Espírito Santo de Deus que eu AMO, não quero me sujar.
    Às vezes parece que não vou aguentar esta barra, fico por dias excitado, não consigo me concentrar no trabalho, estudos, já perdi várias horas de sono, pois eu ficava bastante excitado, minha esposa dormia como uma pedra, e eu não conseguia dormir. Tomava banho gelado e nada. Já passei diversas noites acordado e no outro dia ia trabalhar.
    Várias vezes pensei em pedir para Deus me levar, pois se esta situação continuasse, tinha medo de ceder às tentações e perder minha salvação. Prefiro padecer fazendo o bem ao mal.
    Penso em pedir para Deus me levar, mas vejo meu filho, e não quero deixá-los, quero ensiná-los a amar e respeitar a Deus e o próximo. Amo a Deus, tenho o dom de servir. Gosto de evangelizar, falar do amor de Deus as pessoas, de levar comida e
    roupa aos necessitados nas madrugadas, ajudar os bêbados e drogados a libertarem-se. Quero visitar presídios, orfanatos, asilos, hospitais, casa de recuperação e levar a palavra, ser como Jesus, estar no meio dos necessitados, mas esta situação me prejudica muito.
    Por vezes parece que está tudo bem, de repente meu corpo fica a mil por hora, e eu sou rejeitado por minha esposa. Com isto, me sinto muito triste e desanimado.
    Temos em média, 1 relação a cada dois/três meses. Estou quase 80 dias sem ter relação com a minha esposa.
    Viajamos para o Nordeste, para comemorarmos 10 anos de casados. Ficamos lá de quinta-feira até domingo. Era para ser a nossa
    segunda lua de mel, mas como a primeira não aconteceu nada. Nós estávamos em um lugar lindo, passeando, mas a frieza de sempre, não namoramos. É só ela deitar, que ela fica imóvel, como uma boneca, fria e sem reação amorosa.
    Eu gostaria de uma ajuda do senhor, pois sei que seu trabalho e de restauração de casamentos, mas se decidirmos de comum
    acordo, em não termos mais relação, vivermos como “irmãos” para cuidarmos de nosso filho, estaríamos pecando? Digo isto, porque
    praticamente todos os dias fico na esperança de quando chegar em casa, vou namorar com a minha esposa, que vamos ficar bem, mas não é isso que acontece. Crio uma enorme expectativa e sou frustrado, e esta frustração esta me trazendo sofrimento, me fazendo mal a saúde, pois vou guardando tudo isto, tentando suportar toda esta situação sozinho, mas tenho receio de criar raiz de amargura. Com esta situação, percebi que tenho ficado calado durante o dia, procuro não me relacionar com as pessoas, vivo em meu mundo fechado. Aparentemente estou bem e feliz, mas por dentro estou muito infeliz e triste. Procuro ser forte, passar alegria
    para meu filho, mas às vezes, procuro ficar só para chorar. Não quero perder minha salvação.
    Na palavra de Deus diz que o corpo da mulher pertence ao homem e vice-versa. Sei que tenho que amar a minha esposa como Cristo amou a igreja, mas eu sinto que ela não me ama como homem, mas sim como um pai, um irmão.
    Se eu resolvesse morar sozinho, mas não me separar, não ter nenhuma mulher, ser fiel a Deus e ao meu casamento, mas para não
    criar raiz de amargura e nem ficar sofrendo, preferiria ficar sozinho.
    Daí me dedicaria ao meu trabalho, ministério e meus filhos.
    Posso fazer isto?
    Pois estou a um ponto de explodir, de perder o controle. Esta situação é horrível.
    Muito obrigado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *